“Brevidade”

 



“Brevidade”

 

A brevidade… um tempo … um doce… algo rápido de fazer ou algo rápido para acontecer?

 

Seria bom só o doce… que é rápido de fazer e saboroso para alguns… para outros muito sem graça… um doce que acaba rápido… que solta farelos… às vezes meio branco e as vezes meio amarelo…

 

Quando falamos da vida que passa com tanta velocidade… não importa a idade, pode ser alcançada pela brevidade…

Aqui a brevidade não é doce… torna tudo amargo e sombrio… algo que tentamos esquecer assim que acaba de acontecer…

 

É duro o amanhecer sem aquele que brevemente passou um pedaço da brevidade da vida com você…

 

Brevidade… vontade… saudade… maldade… bom… ruim… começo… meio… fim.

 

A vida que chega rápido ao fim… mas nem tudo é assim… tudo terá um fim… uns breve e outros não sabemos… nos acostumamos a reclamar do dia… não somos gratos ao que achamos que temos ou vivemos… mas o Senhor Criador de todos os tempos, que cuida de nós a cada momento… sabe do nosso sentimento e do nosso sofrimento.

 

Olhe para dentro de você e irá se surpreender… você já tem vivido muita coisa boa… você não está lendo este texto à toa… daqui a pouco tudo pode mudar…

 

Mas viva seu Hoje e Agora antes da Brevidade chegar.

 

 

 

Gerson Araujo

@eusougersonaraujo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Saudade é a Única Coisa que o Vento Não Leva

Dona Constância e Sua Amiga Perseverança

O NÃO DO AMOR TRAZ DOR?