Tempo…

 



Tempo…

Este é o tempo que faz muito tempo que eu desejava chegar a este tempo para fazer coisas dentro desse tempo, no tempo que eu queria que chegasse este tempo, achava que não teria tempo de chegar a este tempo e fazer as coisas novas que imaginava que só seriam possíveis de viver e fazer nesse tempo, porque naquele tempo em que eu vivia, o tempo não era nada parecido com o tempo que vivo hoje… ah o hoje… é tão diferente daquele tempo…

 

“Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.

Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou;

Tempo de matar, e tempo de curar; tempo de derrubar, e tempo de edificar;

Tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar;

Tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar;

Tempo de buscar, e tempo de perder; tempo de guardar, e tempo de lançar fora;

Tempo de rasgar, e tempo de coser; tempo de estar calado, e tempo de falar;

Tempo de amar, e tempo de odiar; tempo de guerra, e tempo de paz”. (Eclesiastes 3:1-8)

 

Ah... o tempo… como queria ter conhecido há tempos essa palavra que descreve tão bem sobre o tempo… o tempo das coisas acontecerem… o tempo das flores florescerem… o tempo das pessoas nascerem… tempo de fazer bobagens...tempo de fazer errado… tempo de aprender… tempo de conhecer… tempo de querer… tempo de desobedecer… tempo de se arrepender... tempo de mentir… tempo de enganar… tempo de agradar… tempo de desagradar pessoas… tempo de ser zumbi, sem saber qual o seu tempo… tempo de não ter tempo para separar o tempo de abraçar… tempo de sentar e ouvir… tempo de parar tudo e chorar… tempo de olhar para o céu… tempo de largar de ver TV… tempo de voltar a ler… mas hoje cheguei em um tempo precioso que descobri quão é prazeroso escrever… muito bom ler… conhecer e saber…

Oh meu Deus… porque não descobri naquele tempo que seria tão bom fazer o que estou fazendo… achando tempo para escrever o que o Senhor está fazendo… aumentando o meu tempo para me usar como instrumento, para transbordar na vida daqueles que não acham tempo para se alimentar do alimento… da palavra… da Sua palavra… porque quem não achar o tempo… já perdeu o tempo... ficou sem rumo como folha seca ao vento…

...o vento… o tempo… o momento… a hora… os minutos e os segundos que fazem a vida passar dentro de algum tempo….   

 

 

 

Gerson Araujo

@eusougersonaraujo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Saudade é a Única Coisa que o Vento Não Leva

Dona Constância e Sua Amiga Perseverança

O NÃO DO AMOR TRAZ DOR?